SEDE: Rua Libero Badaró, 158 - 1°Andar - Centro / São Paulo - SP | CEP 01008-000 | Fone: 3107.2767 Fax: 3101.1685

26/11/2014

Bancários paralisam Gecex em Campinas contra reestruturação do BB

 
Crédito: Júlio César Costa
Júlio César Costa Mobilização pressiona banco para buscar soluções

O Sindicato dos Bancários de Campinas e Região realizou na manhã desta quarta-feira, dia 26, uma reunião com os funcionários da Gecex Campinas, instalada no prédio da agência Centro do Banco do Brasil. A atividade integrou a mobilização nacional contra a reestruturação na Diretoria Corporate Bank (Dicor), que envolve as Gerências Regionais de Apoio ao Comércio Exterior e os CSA (Centro de Suporte de Atacado).

Após a reunião, que iniciou às 11h, os funcionários decidiram paralisar os serviços até as 13h. A maioria se concentrou na porta de entrada do prédio do BB, localizado entre as ruas Costa Aguiar e Regente Feijó.

Desde o anúncio do processo de reestruturação, que ocorreu no dia 29 de outubro, os sindicatos e os funcionários têm se mobilizado em todo o país contra as mudanças impostas pelo BB. No último dia 10, por exemplo, a agência Centro de Campinas paralisou o atendimento ao público durante duas horas. E a mobilização surtiu efeito.

No dia 13, o BB informou que o prazo para readequação do quadro de pessoal nas dependências foi prorrogado até o dia 12 de janeiro de 2015. O prazo anterior era o dia 12 de dezembro deste ano.

Essa mudança de prazo é uma resposta ao ofício enviado pela Contraf-CUT um dia depois do anúncio (30 de outubro), reivindicando a suspensão do processo de reestruturação na Dicor, agilizada pela visível disposição de luta dos funcionários.

O processo de reestruturação em Campinas significa o corte de 33 vagas na Gecex, cuja área negocial ficará vinculada ao prefixo centralizador; no caso a São Paulo, capital. Belo Horizonte e Curitiba são as outras duas centralizadoras de processos operacionais.

Contraf-CUT apresenta propostas

A Contraf-CUT enviou na segunda-feira (24) novo ofício ao Banco do Brasil, onde apresenta propostas para solução dos problemas apresentados. Entre outros pontos, consta o pagamento de vale-transporte intermunicipal e/ou fretado (sugestão do Sindicato de Campinas) e criação da verba VCP-R (vencimento de caráter pessoal por reestruturação).


Fonte: Jairo Gimenez - Seeb Campinas
web80.com
Jornal Brasil Atual
AO VIVO


Vídeo