SEDE: Rua Libero Badaró, 158 - 1°Andar - Centro / São Paulo - SP | CEP 01008-000 | Fone: 3107.2767 Fax: 3101.1685

06/03/2015

Bancários denunciam que notas caem de uma hora para outra no Santander

 
Desde o início do ano, o Sindicato dos Bancários de São Paulo tem recebido diversas denúncias de funcionários do Santander dos mais variados cargos relatando que tiveram suas notas rebaixadas de três (cumpriu seus objetivos) ou quatro (superou seus objetivos) para o insatisfatório dois. O máximo da escala é cinco e quem faz a avaliação é o gestor.

O decréscimo repentino causa estranheza porque esses bancários sempre apresentaram boas avaliações, segundo o diretor do Sindicato Welington Corrêa. Grande parte recebe altos salários, já tem muitos anos de banco e alguns estão próximos de atingir o período de estabilidade pré-aposentadoria ou se aposentando.

"Vários mudaram de setor recentemente ou seus departamentos contam com novo gestor há pouco tempo. Essa convivência limitada impede a realização de avaliações justas. Prova disso é que esses trabalhadores sempre conseguiram atingir os resultados e só agora tiveram nota baixa. O que aconteceu para de uma hora outra terem um desempenho tão ruim?", questiona Welington.

A nota dois é um sinal vermelho, pois o bancário que a recebe, além de ficar sem o Programa Próprio de Gestão (bônus), corre risco de demissão. "Essas avaliações são feitas de forma subjetiva pelo gestor e muitas vezes só quem recebe nota três ou acima são os integrantes da panelinha. Ficaremos de olho para averiguar se essas análises negativas causarão demissões por baixa performance", afirma o dirigente sindical.


Fonte: Seeb São Paulo
web80.com
Jornal Brasil Atual
AO VIVO


Vídeo